Frutificar: a nossa missão!

“... e vos designei para que vades e deis fruto...” João 15.16b

A figura da árvore frutífera é usada em vários textos bíblicos e normalmente está associada à ideia de uma vida abençoada ou sustentada por Deus. O melhor exemplo dessa prática está no Salmo 1º: lá o homem justo, fiel e temente a Deus é “... como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem-sucedido.” (verso 3).

Outro bom exemplo é o que encontramos na declaração do profeta Jeremias: “Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto.” (Jeremias 17.7-8).

Entretanto, Jesus nos mostra outra possibilidade para o uso da figura da árvore: para Ele, somos ramos de uma grande árvore (Ele mesmo) que precisam estar ligados ao tronco e assim, além de receber o alimento (seiva) teremos o vigor necessário para produzir frutos!

Você é frutífero? Que a sua resposta seja positiva e que, em sua vida e em seus frutos o Senhor seja glorificado!

Do seu pastor e amigo
Gilton Medeiros