Ouro, incenso e mirra

“Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.” Mateus 2.11b

A visita dos magos do oriente ao menino Jesus é um dos temas centrais da celebração do Natal e é muito significativa e cheia de ensinos. O primeiro deles é de que devemos pensar no Natal como a ocasião para renovarmos os votos de entregar a Jesus o que temos de melhor! É tempo de darmos a ele um melhor presente: as nossas próprias vidas!

Outro ensino de grande valor é obtido pela análise do significado dos presentes. Embora existam divergências sobre isso, podemos dizer que:

a) Ouro – Símbolo da realeza, da divindade e da perfeição era o presente próprio para um Rei. Era o reconhecimento de que Jesus era o rei que haveria de vir, para cumprir as profecias (Isaias 11.1-10).

b) Incenso – Símbolo da espiritualidade, da adoração e da comunhão com Deus. Era o presente próprio para um sacerdote e o reconhecimento de que Jesus é, agora, o sumo sacerdote da nova aliança (Hebreus 7.20-28).

c) Mirra – Símbolo da imortalidade (era usada para embalsamar os corpos) estava associada a atividade profética. Era o reconhecimento de que Jesus – a Palavra encarnada de Deus – foi enviado por Deus para anunciar a Salvação e vida eterna (João 1.1-14).

Sabendo o que estes presentes significavam, fica agora uma pergunta: O que você vai oferecer a Jesus nesse Natal?

Do seu pastor e amigo
Gilton Medeiros