Rei dos reis

“Onde está aquele que é nascido rei dos judeus?” Mateus 2.2

O ministério de Jesus foi por ele desenvolvido em três dimensões: ele atuou como sacerdote, profeta e rei. Como sacerdote ele é o mediador que nos leva a Deus e intercede por nós (1ª Timóteo 2.5); como profeta ele anuncia a vontade e os juízos do Senhor (Hebreus 1.1-4) e como rei, ele é o Senhor de todas as coisas e governa o universo (Mateus 8.26-27).

O evangelista Mateus exalta essa condição real de Jesus, registrando que ele era herdeiro do trono de Davi e, portanto, o seu sucessor legal. Ele se baseia no profeta Isaias que proclamou: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto.” (Isaias 9.6-7).

Saber que o Senhor Jesus é rei – o nosso rei – nos traz um grande alento. Somos súditos do seu reino e, por isso mesmo, cidadãos da pátria celestial. Que saibamos usufruir desse privilégio! Você vive como cidadão do reino do Senhor Jesus?

Do seu pastor e amigo
Gilton Medeiros