Mar morto

“Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.” Atos 20.35b

Localizado na divisa de Israel com a Jordânia, o Mar Morto é um mar interior, que tem como principal fonte de abastecimento de águas o Rio Jordão, que nele deságua. O clima desértico e a escassez de chuvas associado ao tipo de solo onde está o seu leito faz com que o Mar Morto seja dez vezes mais salgado que os demais oceanos. Com isso nenhum tipo de vida, a exceção de algumas algas e bactérias, sobrevive em suas águas.

Além de um acidente geográfico, o Mar Morto é uma alegoria do que acontece na vida de muitos homens e mulheres que vivem em nosso meio. São pessoas que frequentam a igreja, participam dos cultos e das aulas da Escola Dominical, pedem ajuda pastoral, clamam pelo socorro de Deus e compartilham seus problemas e dificuldades.

Enfim, são pessoas que recebem bênçãos e ajuda o tempo todo. Mas... nunca são capazes de oferecer, de dar, de compartilhar. Nunca dão nada. São estéreis. São como o Mar Morto: neles, a vida não prospera!

O Senhor Jesus, que veio ao mundo para DAR a sua vida por nós, ensinou: “Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.” (Lucas 6.38).

Você é como Jesus? Ou você é como o Mar Morto? Que a sua resposta seja, “Sim! Eu sou como Jesus!”

Do seu pastor e amigo
Gilton Medeiros