Como crianças...

“E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.” Mateus 18.3

Ao longo desse mês de outubro estaremos com a nossa atenção voltada para as crianças de nossa igreja, da comunidade e, por extensão, do país e do mundo. Vivemos um tempo muito difícil, com terríveis perigos que ameaçam a todos nós: criminalidade desenfreada, crises na economia, na saúde, na educação etc. Esses perigos trazem medo, angústia e desesperança, além do desalento e apatia, especialmente entre a população jovem.

Entretanto, por mais triste que seja, é preciso registrar que todo este cenário de horror também atinge a quem menos se pode defender: as crianças! As crianças vêm sendo cruelmente atingidas pela destruição dos lares, pela promiscuidade, pela pedofilia e pornografia generalizadas, pela deturpação dos sistemas educacionais e pelo abandono cada vez maior dos valores cristãos por parte da sociedade.

Cabe a nós – eu e você – como igreja de Cristo nos dias atuais, assumirmos o compromisso de lutar contra essas ameaças. E isso faremos se dermos a elas a atenção devida, compartilhando o amor de Deus e a sua Palavra; servindo como exemplo; e – no que estiver ao nosso alcance, lutando contra a degeneração social.

Que sejamos bênçãos, nas mãos de Deus, para cada criança com quem pudermos conviver.

Do seu pastor e amigo
Gilton Medeiros