Convicções firmes

“Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade.” Efésios 6.14

Ao longo desse mês de outubro estaremos com a nossa atenção voltada para uma ênfase que precisa ser, de tempos em tempos, objeto de nossas reflexões: a firmeza das convicções que abraçamos. Por isso, nossa ênfase nesse mês será “Firmeza doutrinária”, quando seremos impulsionados pelo alvo que é “Aprender a caminhar com segurança, certo de que o meu Deus cuida de mim!” Tudo isso, fundamentado na Palavra do Senhor, que registra o testemunho do apóstolo Paulo: “... porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.” (2ª Timóteo 1.12)

Mas, por que é importante ter convicções firmes, claras e precisas acerca do que cremos? Faz diferença para as nossas vidas se temos certeza ou não sobre esse ou aquele princípio da nossa fé?

De forma direta, posso responder, com toda certeza: Sim! É como o profeta Oséias nos adverte: “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento.” (Oséias 4.6). Quanto não temos convicções firmes, quando não sabemos em quem cremos, quando tudo nos parece bom e certo e ao mesmo tempo não conseguimos distinguir o que é e o que não é, na verdade, estamos perdidos! E nunca, em época alguma, é bom estar perdido!

Que ao longo desse mês você tenha as suas convicções cristãs reafirmadas e aprofundadas!

Do seu pastor e amigo
Gilton Medeiros